Artigos

18 de setembro de 2015

[artigo] Maquetes e mapas de fluxo: ferramentas para o design da sinalização do Centro Universitário Norte do Espírito Santo (Ceunes-Ufes)


Ricardo Esteves
Mauro Pinheiro
Viviani Carnielli


Resumo

O artigo trata do desenvolvimento do projeto de sinalização para o Centro Universitário Norte do Espírito Santo (Ceunes-Ufes), localizado na Cidade de São Mateus (ES). O projeto foi desenvolvido pelo laboratório de projetos em design da Universidade Federal do Espírito Santo, localizado em Vitória (ES). São descritas as etapas de levantamento e sistematização de dados, destacando-se as estratégias de comunicação que orientaram a seleção das informações a serem dispostas na sinalização. Destacam-se as ferramentas e técnicas de validação criadas para avaliar a pertinência do plano de sinalização proposto, a saber: maquetes e mapas de fluxo. Conclui que essas ferramentas foram fundamentais no processo de validação do plano de sinalização, considerando que a distância de 214 km entre o Centro Universitário e o laboratório onde se encontrava a equipe envolvida no projeto dificultava a realização de visitas para conferir as informações in loco.



Referências

ADG Brasil. 2004. Guia ADG. São Paulo: Associação dos Designers Gráficos do Brasil.

CALORI, Chris. 2007. Signage and Wayfinding Design – A Complete Guide to Creating Environmental Graphic Design Systems. Hoboken, New Jersey: John Wiley & Sons.

COSTA, Joan. 2007. Señaletica Corporativa. Barcelona: Editora do autor.

FOLLIS, John; HAMMER, Dave. 1979. Architectural Signing and Graphics. London: The Architectural Press.

PASSINI, Romedi; ARTHUR, Paul. 2002. Wayfinding: People, Signs, and Architecture. Ontario: Focus Strategic Communications Incorporates.

VELHO, Ana Lucia de Oliveira Leite. MAGALHÃES, Cláudio de Freitas (Orientador). 2007. O Design de Sinalização no Brasil: a introdução de novos conceitos de 1970 a 2000. Dissertação de Mestrado. Departamento de Artes e Design. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.


Abrir PDF

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *